Universo
 Sistema Solar
 Ar
 Água
 Solo
 Ecologia
 Seres Vivos
 Reino dos Animais
 Reino das Plantas
 Corpo Humano
 Mais Conteúdos [+]

 Seres Vivos
 Os Vírus
 Reino Monera
 Reino Protista
 Reino Fungi
 Reino Plantae
 Genética
 Citologia
 Biotecnologia
 Mais Conteúdos [+]

 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Simulados On-line

 Laifis de Biologia
 Área dos Professores
 Fórum de Discussão
 Glossário Biológico

 Jogos de Ciências
 Biokids
 Macetes

 Jornal Só Biologia
 Notícias
 Curiosidades
 Dicas de Etiqueta
 Grandes Cientistas
 Indicação de Livros
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

 

7 descobertas impressionantes feitas por crianças

 

Os adultos não são os únicos a ter papéis importantes na ciência. Conheça algumas descobertas impressionantes feitas por crianças.


As crianças, com a sua infinita curiosidade e tendência para vaguear fora dos limites, também estão envolvidas em pesquisa e exploração científica.

Desde avistar uma supernova até desenterrar ossos de dinossauros, conheça aqui sete descobertas incríveis feitas por crianças.


Lembrança de 10.000 anos de idade

Durante as férias de verão, uma criança se transformou em uma lição de história inesperada quando descobriu uma ponta de seta com 10.000 anos de idade, na areia de uma praia de Nova Jersey.

Noah Cordle, de 10 anos, descobriu o artefato raro ao jogar na beira da arrebentação, de acordo com a Associated Press. A sua família contactou a Sociedade Arqueológica de New Jersey para obter informações sobre o que o menino tinha encontrado.

O presidente da sociedade, Greg Lattanzi, disse à família que o artefato era uma ponta de flecha de pedra provavelmente usada por nativos pré-tribais americanos, ou Paleo-índios, que passaram pela área há entre 8.000 e 11.000 anos atrás, caçando peixes e aves.

 

Surpresa nas estrelas

Em novembro de 2013, uma criança de 10 anos de idade, no Canadá, se tornou a pessoa mais jovem a descobrir uma supernova. Nathan Gray avistou a supernova com um pouco de ajuda do seu pai e Dave Lane.

O jovem astrônomo disse à CBC News que ele estava observando o céu noturno há seis meses, na esperança de observar uma explosão estelar. Ele disse que a supernova parecia uma "estrela piscando" e que ele ficou ao mesmo tempo "muito animado e feliz" por ter feito a descoberta.

 

Diversão com moscas

Precisa de prova de que projetos de ciências do ensino médio geram descobertas científicas? Conheça Simon Kashchock-Marenda, um estudante nos EUA, cuja experiência única inspirou um estudo realizado por cientistas da Universidade de Drexel, em Filadélfia.

Kashchock-Marenda estava interessado em descobrir como adoçantes artificiais, afetam as moscas de fruta. Ele alimentou grupos de moscas com diferentes adoçantes, um dos quais era Truvia, um adoçante artificial contendo um álcool de açúcar chamado eritritol.

As moscas que se alimentaram no Truvia morreram em seis dias, levando o cientista iniciante a formular a hipótese de que, para as moscas de fruta, o Truvia não é uma alternativa mais saudável ao açúcar.

Com a ajuda de seu pai, um professor de biologia na Drexel, o estudante do ensino médio repetiu o experimento em condições de laboratório e observou resultados similares. Pesquisadores de Drexel concluiu mais tarde que o eritritol no Truvia tem um efeito tóxico sobre as moscas.

 

Fóssil ao ar livre

Em abril de 2014, um garoto do Michigan descobriu algo muito legal – um dente de mastodonte com 10.000 anos de idade. Phillip Stoll, de 9 anos, tropeçou no dente ao andar descalço em um riacho perto da sua casa.

O dente era marrom, com cerca de 20 centímetros de comprimento e tinha seis picos distintos. Apesar do seu tamanho anormalmente grande, Stoll disse à CNN que ele reconheceu o objeto como um dente imediatamente.

Ele e sua mãe contactaram James Harding, herpetólogo (especialista em anfíbios e répteis) na Universidade do Estado de Michigan, para saber mais sobre as origens do dente de aparência estranha.

 

Descoberta de fungos

Por mais de uma década, as pessoas no sul da Califórnia foram ficando doentes (e em alguns casos morreram), após entrar em contato com um fungo chamado Cryptococcus gattii. Mas, durante anos, os cientistas que estudam C. gattii não foram capazes de determinar exatamente onde as pessoas foram encontravam este fungo mortal.

Filler, uma estudante da sétima série em busca de um projeto de feira de ciência legal foi incentivado pelo seu pai, um especialista em doenças infecciosas, a descobrir onde C. gattii estava escondido. Filler começou a investigar e, finalmente, identificou pelo menos três árvores infectadas com o fungo na maior área de Los Angeles.

Ela compartilhou a sua descoberta com pesquisadores da Universidade de Duke, na Carolina do Norte. As suas descobertas fizeram parte de um estudo publicado a 21 de agosto de 2014, na revista PLoS Pathogens.

 

Descoberta de dinossauro

O mais novo dinossauro com bico de pato já descoberto foi encontrado por um garoto. Em 2009, Kevin Terris estava realizando trabalho de campo de paleontologia para uma classe do colegial, quando descobriu alguns ossos do bebê de dinossauro debaixo de uma pedra.

Com a ajuda do paleontólogo Andrew Farke, Terris e seus colegas desenterraram os restos de um Parasaurolophus, um herbívoro da era cretácica, que percorreu a Terra há cerca de 75 milhões de anos atrás.

 

Arqueologia infantil

Em 2008, Matthew Berger, com 9 anos, foi passar um dia com o seu pai arqueólogo até uma escavação perto de Joanesburgo, na África do Sul, quando ele descobriu o que mais tarde foi identificado como sendo os restos de um dos parentes antigos da humanidade, o Australopithecus sediba.

Os ossos com 2.000.000 de anos foram localizados fora da área que o pai do menino, Lee Berger, havia delimitado. Berger disse que o seu filho encontrou os restos após fugir do local para fazer exploração por conta própria.

Os pesquisadores mais tarde concluíram que o jovem explorador descobriu ossos pertencentes a um hominídeo antigo até então desconhecido. O pai de Berger e a sua equipe depois desenterrou outros dois esqueletos do local.

 

 

 

Fonte: http://www.ciencia-online.net

 

 

 

Curta nossa página nas redes sociais!

Mais produtos

 

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2008-2017 Só Biologia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.