Universo
 Sistema Solar
 Ar
 Água
 Solo
 Ecologia
 Seres Vivos
 Reino dos Animais
 Reino das Plantas
 Corpo Humano
 Mais Conteúdos [+]

 Seres Vivos
 Os Vírus
 Reino Monera
 Reino Protista
 Reino Fungi
 Reino Plantae
 Genética
 Citologia
 Biotecnologia
 Mais Conteúdos [+]

 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Simulados On-line

 Laifis de Biologia
 Área dos Professores
 Fórum de Discussão
 Glossário Biológico

 Jogos de Ciências
 Biokids
 Macetes

 Jornal Só Biologia
 Notícias
 Curiosidades
 Dicas de Etiqueta
 Grandes Cientistas
 Indicação de Livros
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

 

Uma bióloga cultivou os micróbios que estavam na mão de seu filho de oito anos - e o resultado é maravilhoso




Quantas espécies diferentes não devem aparecer nessa foto?


Estes são os micróbios que estavam na mão de uma criança depois de brincar no jardim


Uma bióloga cultivou os micróbios que estavam na mão de seu filho de oito anos - e o resultado é maravilhoso

Mesmo se você não tem filhos, já foi criança um dia para saber o que os pais costumam dizer quando os pequenos terminam de brincar na terra. É fato: a primeira coisa que eles mandam é lavar as mãos. Mas se a mãe em questão for uma cientista e também estiver a fim de uma brincadeira, antes de mandar as crianças pra pia, ela pode muito bem chegar com uma placa de Petri e pedir para que coloquem a mãozinha ali, naquela substância nutritiva. Depois de algum tempo de cultivo, o resultado seria bem parecido com a foto acima - uma exuberância incrível de fungos e bactérias, prosperando em colônias multicoloridas.

Em sua maioria, os micróbios não nos causam mal nenhum e vivem em harmonia conosco


Foi exatamente isso o que fez a microbióloga Tasha Sturm, técnica de laboratório da Cabrillo College. Depois que o filho de oito anos voltou do jardim, ela coletou os micróbios que estavam na mão dele e deixou que crescessem livremente ao longo de anos. Ela já fazia isso com a filha mais velha, até que a mão da garota ficou grande demais para as placas de Petri. Por mais que as colônias crescessem e se desenvolvessem, a forma da mão e dos dedos era preservada - e Sturm usava os micro-organismos para ilustrar suas aulas na universidade. “Minhas crianças acham isso ‘legal’, e os alunos também gostam”, disse a Smithsonian Mag.

Antes de sentir um pouco de medo com a ideia de todos esses micróbios vivendo em sua mão, saiba que, em sua maioria, eles não causam nenhum mal à saúde, e frequentemente vivem em plena harmonia com a gente. Por isso dá pra ficar tranquilo e pensar só no lado bonito da foto. No início de junho, ela foi postada na página do Facebook da Sociedade Americana de Microbiologia (ASM, na sigla em inglês) e teve quase 14 mil curtidas e compartilhamentos. Antes disso, Sturm havia publicado a imagem no site MicrobeWorld.org, gerido pela mesma organização.

Para identificar ao certo cada espécie contida na placa, seriam necessárias análises mais específicas, mas a cientista arriscou alguns palpites na sessão de comentários. As colônias brancas, diz Tasha, provavelmente são formas de estafilococos, bactérias que vivem no nariz e na pele das pessoas e costumam ser inofensivas ou até benéficas, mas algumas delas podem causar doenças quando crescem onde não devem - principalmente se desenvolverem resistência a antibióticos. Ela também postou dois closes que devem mostrar ou bacilos, um tipo de bactéria comum nos solos (mas uma espécie causa chulé), ou uma forma de levedura.

Esta aqui embaixo é aquela bolinha no canto superior esquerdo da foto, fora da mão. Provavelmente ela não estava na pele do garoto e é uma contaminação externa. Repare em seu complexo sistema de canais:

Micróbio que deu origem a esta colônia não estava na mão do garoto

 

Uma das maiores colônias da placa, provavelmente um tipo de bacilo

 


 

 

 

 

 


 


 

 

 

(http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Biologia/noticia/2015/06/uma-biologa-cultivou-os-microbios-que-estavam-na-mao-de-seu-filho-de-oito-anos-e-o-resultado-e-maravilhoso.html)

 

 

 

Curta nossa página nas redes sociais!

Mais produtos

 

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2008-2017 Só Biologia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.